Batismo nas águas faz parte do evangelho da incircuncisão?

Olá, sou Sandro da Costa, seja bem-vindo(a) a mais um artigo! Hoje escreverei sobre um sacrifício que muitos crentes fazem: o batismo nas águas.

Se você já leu os outros artigos do blog e acompanha o mesmo a mais tempo, você sabe que o evangelho da incircuncisão prega que a salvação é por graça e não mais por obras.

O batismo nas águas é um sacrifício carnal que não é válido no Novo Pacto, no evangelho da incircuncisão. No evangelho da incircuncisão o justo é salvo por fé e não mais por obras.

Efésios 2:8,9

8 Porque pela graça sois salvos, mediante a fé; e isto não vem de vós; é dom de Deus;

9 não de obras, para que ninguém se glorie.

Não existe mais obras carnais no novo pacto. O batismo nas águas está presente no evangelho da circuncisão porque é um evangelho que mistura a lei com a graça, onde ensinam as pessoas a viverem através de sacrifícios, como na lei, onde o povo de Deus acaba vivendo em escravidão.

batismo nas águas

O batismo nas águas só molha a carne, mas não justifica uma pessoa diante de Deus. No próximo artigo explicarei sobre isso, o batismo nas águas é um adultério espiritual, porque fazendo esse batismo você está anulando o que Cristo fez na cruz do calvário.

É um assunto muito sério, por isso explicarei com mais calma no próximo artigo.

Espero que você tenha entendido sobre o assunto, qualquer dúvida ou sugestão, deixe nos comentários abaixo!

Vou deixar abaixo um culto relacionado ao assunto do batismo nas águas:

Graça e Paz!

SANDRO DA COSTA SANTOS

EVANGELHOSBARLNCCOM@HOTMAIL.COM

 

Anúncios

Há algo que é pior que o adultério: o adultério espiritual.

Olá, Sandro da Costa para mais um artigo. Nesse post vou falar sobre um assunto muito sério, é um pecado que a maioria dos crentes no mundo cometem, mas não sabem que cometem, que é o adultério espiritual. 

Esse é um assunto muito delicado para explicar, mas vou comenta-lo aqui para que você se atente a não cometer esse pecado.

Pense comigo: o adultério carnal que conhecemos (relacionamento fora do casamento) já é um pecado gravíssimo, imagina então o adultério espiritual, esse último é muito mais grave do que o primeiro.

Talvez você esteja se perguntando: “Mas o que adultério espiritual? Como se comete o adultério espiritual?´´.

adultério espiritual

O adultério espiritual se comete quando você não segue o Cristo ressuscitado, mas o Cristo dos dias da sua carne. É quando você não segue a graça de Deus (o evangelho da incircuncisão), mas segue a lei. Isso é adultério espiritual.

O versículo a seguir deixa bem claro sobre o adultério espiritual:

Romanos 7:1 a 3“Porventura, ignorais, irmãos (pois falo aos que conhecem a lei), que a lei tem domínio sobre o homem toda a sua vida? Ora, a mulher casada está ligada pela lei ao marido, enquanto ele vive; mas, se o mesmo morrer, desobrigada ficará da lei conjugal.  De sorte que será considerada adúltera se, vivendo ainda o marido, unir-se com outro homem; porém, se morrer o marido, estará livre da lei e não será adúltera se contrair novas núpcias.”

Aqui nesse versículo Paulo não está se referindo ao casamento entre homem e mulher, mas sim o casamento com Deus. A mulher nesse versículo é a Igreja de Jesus. O marido vivo é o Cristo ressuscitado e o que morreu é o Cristo nos dias de sua carne.

Então, a bíblia diz que se a pessoa está casada com um marido, mas tiver ligações, se unir a outro homem, que é o Cristo da lei, será considerada adúltera. E é assim que a igreja de Cristo está vivendo, com exceções, claro, com todo respeito, mas a igreja está vivendo um grande adultério espiritual, tanto que muitos crentes acreditam que a salvação é por graça, mas depois, dizem: Nós, agora, temos que garantir a salvação com o jejum.

Então, se você irmão(a) estás ligado ao da lei, és adultero espiritual. Diz o versículo 4 “Assim, meus irmãos, também vós morrestes relativamente à lei, por meio do corpo de Cristo, para pertencerdes a outro, a saber, aquele que ressuscitou dentre os mortos, a fim de que frutifiquemos para Deus.”

Portanto, se pertences a outro, significa que há um outro. Esse um é o da lei, do sacrifício, do jejum, do tem que sofrer. E o outro, quem é? O que ressuscitou. Diga: o meu Senhor ressuscitou. Ele está vivo! Eu pertenço ao que ressuscitou.

Mais informações sobre esse assunto você encontra no site:

http://igrejacristovive.com.br/mensagens/o-veu-foi-retirado/

 

SANDRO DA COSTA SANTOS

EVANGELHOSBARLNCCOM@HOTMAIL.COM

Como vencer a tentação?

Olá, sou Sandro da Costa, hoje vou escrever sobre a tentação. A tentação é algo que todos os crentes em Cristo possuem em todos os dias da sua vida.

A questão é que temos que vencer sempre esta tentação, não vencer uma só vez, mas todos os dias da vida. A pergunta é: mas como vencer a tentação diariamente?

Se vence a tentação diariamente buscando a Deus, orando a Ele e praticando a sua palavra. Você deve se fortalecer de todas as armas espirituais que Deus nos deu para vencer cada tentação.

Você pode ver que as Armas espirituais que Deus nos deu é o capacete da salvação, o escudo da fé, a couraça da justiça, a espada do Espírito. Aqui não está escrito “jejum´´, “subir ao monte´´, “vigiar´´, isso não são armas espirituais para vencer o mal, isso são obras da carne.

Você, que lê a mais tempo esse blog, deve saber que obras da carne não são válidas no Novo Pacto, a carne para nada se aproveita.

Se você começar fazer as obras da carne para tentar vencer a tentação, você não terá a vitória e o diabo irá lhe humilhar. As obras carnais só abrem mais brecha para o inimigo agir em sua vida.

 

No Novo Pacto, na Graça de Deus, não existe obras carnais. A carne não tem pacto com Deus, a carne não se converte e jamais se converterá, por isso não adianta fazer as obras da carne, porque você não conseguirá vencer as tentações diárias.

Você deve buscas as coisas espirituais, buscas o que Deus diz no Novo Pacto, para poder vencer a tentação.

Lembre-se: a sua carne é o seu pior inimigo nessa terra, e ela que lhe faz pecar, a carne é imundícia, para nada aproveitam como diz a Bíblia Sagrada.

obras da carne

Abaixo vou deixar um vídeo relacionado a esse tema,  para que você possa entender melhor sobre o assunto:

 

 

SANDRO DA COSTA SANTOS

EVANGELHOSBARLNCCOM@HOTMAIL.COM

A idolatria que existe na maioria das Igrejas da lei.

Olá, Sandro da Costa que lhe escreve, seja bem-vindo a mais um artigo. Hoje escreverei sobre algo muito sério, algo que infelizmente existe em muitas Igrejas no Brasil, especificamente as Igrejas da lei: a idolatria.

Talvez você se pergunte, “mas como assim? as Igrejas Evangélicas não pregam Maria, não existe uma estátua de algum santo nelas, como pode ter idolatria?´´

Saiba que a idolatria não consiste só em imagens ou estátuas. Quando um pastor diz que o seu suor tem poder, isso é uma idolatria, porque o povo acaba o idolatrando, quando o pastor não é mais que um servo de Deus, assim como eu e você.

idolatria

Quando um pastor diz que através de um lenço os problemas da Igreja estão resolvidos, isso é uma idolatria, porque só Cristo possui poder.

Quando um pastor começa a ter orgulho e quer ser adorado pela Igreja, isso é idolatria, porque Deus não divide a sua glória com ninguém.

Isso é algo muito sério. Existem muitas igrejas falsas, com falsos profetas, onde os mesmos acabam trazendo a idolatria para dentro da Igreja.

idolatria nas igrejas

Se você faz parte de uma Igreja que possui as características acima, o meu conselho para você, como irmão da fé, é o seguinte: AFASTE-SE DESSA IGREJA O MAIS RÁPIDO POSSÍVEL.

Não se contamine. O profeta Oséias disse:

Oséias 4:6

O meu povo tem sido destruído porque lhe falta o conhecimento.

Conhecimento para discernir o que é uma Igreja que prega o verdadeiro evangelho de uma igreja que prega um falso evangelho. Lhe faltam conhecimento para discernir o que é lei e o que é graça, o que se deve seguir e praticar e o que não se deve seguir e praticar.

Por isso criei esse blog para ajudar o máximo de pessoas que eu posso a entenderem o verdadeiro evangelho que elas devem seguir: o evangelho da graça de Deus, o evangelho da incircuncisão.

Obrigado pela sua atenção, até o  próximo artigo!

SANDRO DA COSTA SANTOS

EVANGELHOSBARLNCCOM@HOTMAIL.COM

 

Sabonetes, copo de água, isso está na Bíblia?

Seja bem-vindo a mais um artigo, sou Sandro da Costa. O questionamento que deixo no artigo hoje é o seguinte: Sabonetes ungidos, óleos, copo de água, caneta ungida e outras coisas do gênero,  tudo isso está na Bíblia?

Você já viu alguma vez Jesus com um copo de água? Dizendo que temos que usar específico sabonete? Está escrito que Cristo distribuía lenços ou canetas ungidas?

Tudo isso estão nas Igrejas da lei. Tudo isso é doutrina de homens, não vem de Deus, você não encontrará nada disso na Bíblia Sagrada.

Todas as Igrejas que possuem estas coisas estão debaixo de condenação e morte, são Igrejas judaizantes, que misturam a lei com a graça e que fazem o povo de Deus viver debaixo de escravidão, quem segue a lei é escravo do pecado.

sabonete nas Igrejas falsas

São falsos profetas, falsos pastores, que pregam um evangelho que não é o evangelho de Cristo, pregam um falso evangelho. O Apóstolo Paulo nos deixou claro, que se vier alguém ou mesmo um anjo, com um evangelho diferente daquele pregado por Paulo, que seja isso anátema, que seja mentira.

Está escrito na palavra que nos últimos tempos se levantariam falsos profetas com falsas doutrinas e isso é presentes em muitas Igrejas no mundo.

O conselho que posso dar a você é: se você faz parte de alguma Igreja da lei, saia dela o quanto antes, não viva um falso evangelho, procure uma Igreja da graça de Deus, uma Igreja que prega o Evangelho da incircuncisão.

Abaixo vou deixar o link da Igreja o qual eu faço parte, o nome dela é Igreja Cristo Vive, do Rio de Janeiro/RJ. É uma Igreja que prega o Evangelho da incircuncisão, prega o verdadeiro evangelho que devemos viver, a graça de Deus.

Site da Igreja Cristo Vive: http://igrejacristovive.com.br/

 

 

SANDRO DA COSTA SANTOS

EVANGELHOSBARLNCCOM@HOTMAIL.COM

O medo que as Igrejas da lei impõem aos crentes.

Olá, sou Sandro da Costa, seja bem-vinda a mais um artigo. Hoje falarei sobre algo que tem acontecido em muitas Igrejas evangélicas do país e do mundo.

Infelizmente muitas Igrejas evangélicas impõem medo as ovelhas do Senhor. Isso acontece porque são Igrejas da lei, Igrejas que misturam a lei com a graça, o judaísmo com o cristianismo, conhecido na Bíblia como o evangelho da circuncisão.

medo

As igrejas da lei pregam coisas que vão contra a Bíblia, palavras que colocam temor no povo de Deus, pregações como o “o crente pode perder a salvação´´, “o diabo pode lhe matar“, “os anjos de Deus podem tirar o seu nome do livro da vida´´, “se você não se batizar nas águas você não é salvo´´, “se você não jejuar 10 dias você não conseguirá vencer o diabo´´, entre muitas outras coisas que são mentiras, que vão contra a palavra de Deus.

Tudo isso é pregado por dois motivos:

1- falta de conhecimento e discernimento espiritual de quem prega a palavra, seja o pastor ou o bispo;

2- falso profeta, que prega mentiras para enganar o povo de Deus.

Infelizmente essas duas coisas citadas acima tem acontecido em muitas Igrejas do nosso país e quiçá na maioria das Igrejas ao redor do mundo.

A Bíblia diz que o diabo já foi derrotado na cruz do calvário, ou seja, não precisamos lutar para derrota-lo, porque ele já foi derrotado, foi tirado o poder dele por Cristo, na cruz do calvário.

Hebreus 2:14
E, visto como os filhos participam da carne e do sangue, também ele participou das mesmas coisas, para que pela morte destruísse o que tinha o império da morte, isto é, o diabo.

A Bíblia também diz que Deus nunca tirará o nome de um filho seu do livro da vida, nem Deus e nem ninguém poderá fazer isso. Com isso cai por terra a mentira que muitos pregam que “os anjos podem tirar o seu nome do livro da vida caso você faça ou não faça tal coisa ou coisas…´´.

Veja também no link abaixo um vídeo sobre o assunto:

Fique com Deus e até o próximo artigo!

SANDRO DA COSTA SANTOS

EVANGELHOSBARLNCCOM@HOTMAIL.COM

 

Diferenças entre a lei e a graça.

Olá, Sou Sandro da Costa, escreverei agora sobre a diferença da lei e a graça de Deus. Muitos crentes em Cristo não sabem qual é a diferença da lei e a graça, por esse motivo os mesmos vivem dando voltas na vida.

A lei escraviza as pessoas, muitos evangélicos vivem na escravidão, por causa da lei, por cause de não saber distinguir o que é lei e o que é graça de Deus. Vamos nesse artigo falar mais sobre esse assunto.

Diferenças entre lei e graça.

lei

1- Na narrativa bíblica a lei durou até o livro de João. Cristo cumpriu a lei na cruz e a graça começou no livro de Atos, quando Cristo já tinha ressuscitado.

2- Na lei se vive por obras da carne enquanto na graça se vive por fé (o justo é salvo pela fé e não por obras). Aqui muitas Igrejas que se dizem evangélica, misturam a lei com a graça, fazendo com que o povo viva por obras, quando a salvação é por fé.

3- Na lei se segue os 613 mandamentos, enquanto na graça se segue as 14 epístolas de Paulo.

4- A lei é um ministério de condenação e morte e a graça traz vida, salvação e paz, é uma aliança com superiores promessas.

5- A lei é para os judeus enquanto a graça é para os gentios. Aqui muitas Igrejas pregam o judaísmo para os gentios, o que é totalmente errado. Os gentios devem seguir e praticar a graça e não a lei, porque pela lei ninguém será justificado.

6- A lei veio através de Moisés, a graça e a verdade veio por meio de Jesus Cristo.

graça de Deus

Essas são algumas diferenças entre lei e graça. Postaremos mais sobre esse assunto nos próximos artigos. Até mais!

 

SANDRO DA COSTA SANTOS

EVANGELHOSBARLNCCOM@HOTMAIL.COM

Os gentios predestinados e o Apocalipse.

Olá, sou Sandro da Costa e nesse artigo falarei sobre o que os gentios predestinados tem a ver com o Apocalipse.

Atualmente existem muitos vídeos na internet que falam que devemos se atentar para os judeus, porque deles vem os sinais do Apocalipse, porque são as luas cheias, a festa das trombetas e por aí vai…

Mas é um engano olhar desse jeito. No novo testamento diz que as festas, as luas, as comemorações judaicas, não possuem mais nenhum valor para Deus. O novo pacto se vive por fé e não mais por obras, é o chamado Evangelho da incircuncisão.

gentios predestinados

A palavra diz que Cristo voltará quando a plenitude dos gentios forem alcançada. Ou seja, não está escrito que devemos nos atentar para a festa das trombetas, ou para Israel, isso não tem mais nada a ver com o novo pacto que é a graça de Deus.

Cristo voltará quando a plenitude dos gentios forem alcançada, o que isso quer dizer? Quer dizer que todos os gentios (todos os povos) sejam salvos ou não, sejam filhos de Deus ou não, vão ter que ouvir o evangelho antes que Cristo volte.

O Evangelho da incircuncisão terá que ser espalhado para o mundo inteiro para que Cristo volte, ovelhas e cabritos terão que ouvir essa palavra. Os cabritos irão rechaçar a palavra enquanto as ovelhas irão receber a palavra. É assim que sucederá para que Cristo volte.

apocalipse

Fiz esse artigo porque muitas Igrejas da lei dizem que devemos nos atentar para a festa das trombetas, para a lua do dia tal… Isso não passa de engano, porque não temos nada com o judaísmo, não temos sangue israelita, somos gentios predestinados para a vida eterna desde antes da fundação do mundo, temos que viver pela Graça e não pela lei, no novo pacto as festas, as luas, os sacrifícios, não possuem mais nenhum valor para Deus.

 

Leia também esse artigo relacionado aos gentios predestinados:

http://www.estudobiblico.org/pt/detalhe/ver/a-eleicao-e-a-predestinacao-segundo-o-eterno-proposito-de-deus-221

 

 

SANDRO DA COSTA SANTOS

EVANGELHOSBARLNCCOM@HOTMAIL.COM

Porque existem tantos desigrejados no Brasil?

Olá, sou Sandro Costa, seja bem-vindo a mais um artigo! Hoje falarei sobre os desigrejados no Brasil.

Segundo dados do IBGE existem cerca de 15 milhões de crentes desigrejados, ou seja, 15 milhões de crentes que se desviaram das Igrejas no nosso país. São muitas pessoas que por algum motivo deixaram suas Igrejas, deixaram de ter comunhão com os santos, para seguirem seu próprio caminho.

Isso é algo muito sério, porque quando um crente faz isso, ele está dando espaço para o inimigo agir na vida dele(a).

desigrejados

A pergunta que fica é: porque há tantas pessoas desviadas das Igrejas e porque esse número não para de crescer?

Isso acontece porque a maioria das Igrejas são da lei, ou seja, são da circuncisão. As Igrejas da lei escravizam o povo, colocam no povo um fardo muito pesado e isso tem sido o principal motivo dos crentes deixarem as Igrejas, por causa desse fardo pesado, da pressão e da forma como vivem o Evangelho.

Isso é triste, mas infelizmente acontece, a lei é um fardo pesado que escraviza o povo, que obriga o povo a fazer sacrifícios que não são precisos de se fazer, além da acusação que fazem ao povo e os Cultos onde dizem que o crente pode perder a salvação (o que é contrário a palavra de Deus).

Com esse fardo tão pesado, muitos deixam as Igrejas com o pensamento de fazer a sua própria Igreja em sua casa, com o pensamento: …eu tenho uma Bíblia, não preciso ir na Igreja, as Igrejas não prestam…

lobo e ovelha

Essa é a realidade nesse país. Por isso o Evangelho da Graça (Evangelho da incircuncisão) tem que crescer, tem que ser conhecido no nosso país e no mundo inteiro, essa é a minha luta e também deve ser a sua luta.

 

Obrigado por me acompanhar em mais um artigo, aguardo você no próximo post!

 

SANDRO DA COSTA SANTOS

EVANGELHOSBARLNCCOM@HOTMAIL.COM

Porque a maioria das Igrejas não seguem o Evangelho da incircuncisão?

Olá, sou Sandro da Costa, abençoado por Deus, vamos hoje para mais um artigo! Em todos esses anos, desde que conheci a Cristo, fiquei intrigado com muitas coisas que vi no Evangelho, mais especificamente dentro das Igrejas.

E uma delas é a questão do Evangelho da incircuncisão que conversamos bastante sobre o mesmo nos últimos artigos desse blog (caso você não tenha lido os últimos artigos, leia-os, é de extrema importância para entender esse artigo).

evangelho da circuncisão

A verdade é que a maioria das Igrejas no nosso país e no mundo pregam e vivem o Evangelho da circuncisão. Infelizmente isso é realidade na maioria das Igrejas.

Mas porque a maioria dos crentes vivem e pregam o Evangelho da circuncisão?

A resposta é simples: por falta de conhecimento da palavra de Deus e por não saber interpretas a Bíblia Sagrada e seus livros de forma correta.

A maioria lê por exemplo a passagem que diz que Cristo teve que jejuar quarenta dias no deserto e raciocina: se Cristo jejuou, eu também devo jejuar, se Cristo foi batizado nas águas, eu também tenho que me batizar nas águas.

Há um grande porque de Cristo ter feito essas obras da carne. Ele o fez para cumprir a lei e para que não precisássemos mais fazer esses sacrifícios.

Mateus 5:17
Não penseis que vim revogar a Lei ou os Profetas; não vim para revogar, vim para cumprir.

lei cumprida

Cristo veio para cumprir a lei, e para isso Ele precisava fazer as obras da carne que ele fez, como o batismo nas águas, jejum…

A maioria das Igrejas não possuem revelação, ensinam o povo de Deus viver o judaísmo, sendo que os crentes não são judeus e sim gentios predestinados.

O Evangelho da circuncisão escraviza o povo de Deus, porque faz o povo fazer sacrifícios onde não é preciso fazer os mesmos. Por isso temos que pregar o Evangelho da incircuncisão, para tirar o povo de Deus da escravidão da lei.

Não podemos deixar que o judaismo entre nas nossas vidas. Vivemos por fé e não mais pela lei.

Entenda mais sobre o Evangelho da incircuncisão no link abaixo:

http://evangeliodelagracia.org/MinReconciliacion/Localidades/BRASIL/o_evangelho_da_graca.htm

 

Fique com Deus e até o próximo artigo!

 

SANDRO DA COSTA SANTOS

EVANGELHOSBARLNCCOM@HOTMAIL.COM